Quem somos

Cia. Ir e Vir A Cia. nasceu em 2011 voltada à pesquisa e experimentos cênicos com o espetáculo IR E VIR de Samuel Beckett. Sua pesquisa está comprometida com a busca de uma linguagem cênica que consiga discutir a problemática social do coletivo contemporâneo em suas diversas singularidades. Dentre seus principais trabalhos estão “Eu Canto o Corpo Elétrico de Walt Whitman, “A Sonhadora” com texto de Tiago Mariusso, a partir da perspectiva do Teatro Transumano, onde a narrativa parte do olhar de um “verme” dentro de um tronco expondo a exploração infantil nas ruas da cidade e o infantil “A Pequena Vendedora de Fósforos” adaptado do conto de Hans Christian Andersen ambos de direção de Tiago Mariusso. Intervenção Efêmera que discutia a questão do ser invisível em situação de rua. Em 2016 estreia “Cérebro de Elefante pontuando a incomunicabilidade das relações afetivas, que em 2017 foi contemplado no Edital Nelson Seixas de Circulação Teatral. Em 2018 estreou: “Aquárius – Zona de Alerta”, a partir de um futuro distópico, sem água potável, o ser humano recria novas formas de controle social, ambos com texto e direção de Tiago Mariusso. Já em 2020 foi contemplado com o prêmio estímulo Nelson Seixas na modalidade produção com o espetáculo Iauaretê.

Sobre o espetáculo Iauaretê

Projeto contemplado pelo Prêmio Nelson Seixas - Cultura para todos 2020 de São José do Rio Preto com o espetáculo Iauaretê. Convida Professora Daniela Soares Portela Professora de Literatura com pós-doutorado pela Unicamp no experimentalismo estético na obra de Guimarães Rosa. Assista o vídeo completo do bate papo com Daniela Portela, professora de literatura sobre “A vida e obra de Guimarães Rosa” adentrando ao conto Meu tio, o Iauaretê. Ciclo de Estudos Virtuais proposto no Edital de Fomento Nelson Seixas/cultura para todos 2020.

Clique aqui para assistir

Assista o vídeo completo do bate papo com Marcelo Costa, Jornalista e diretor do documentário Terra Sem Pecado “Estudo Virtuais - Juventude Indígena LGBTQIA+”

Clique aqui para assistir